terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Inquietações d' alma



Sua voz segura-me pelos ecos de sedução e saudade,
Cativo-te diante das estrelas cadentes,
que em pedidos me fizeram acreditar,
Mas o que peço as estrelas,
Se contigo já me sinto realizar?

Toco-te meu anjo
Querendo-te
Amando-te,
Me fazendo a ti tua mulher
Nessa noite sublime a testemunhar
As imensas inquietações que nossos corpos vão findar

Schuan Terra
04-02-2010

Um comentário:

  1. ótimo poema ursula, assim como todos os q vc faz! ta de parabens! bjos

    ResponderExcluir

Expresse sua opnião! Ela é muito importante...